segunda-feira, 7 de abril de 2014

domingo, 6 de abril de 2014



A vida é magia e encanto.
É preciso preservar a beleza de nossos corações.
Saber olhar com pureza de alma.
Respirar como se nascêssemos a cada instante.
Agir na calma e na serenidade.
Cultivar uma flor, mergulhar em águas limpas.
Ouvir uma melodia, agradecer a vida, não deixar que o encanto se dissolva diante do mundo.
Surfar nas ondas do infinito.
Até que a eternidade e o amor nos envolva.
Nos faz vibrar e sentir cada momento.



Não te furtes em me visitar vez ou outra,
Sem bater na porta, é só entrar,
Nos pés traga pó de estrelas, pra alivio da louca
Que finge dormir, pra não te assustar.
Dá-me um pouco do que tens segredos tantos
Sabes que de magias é feito nosso caminho.
Alivia mil almas sufocadas em prantos
Traz tua varinha, teu silêncio e um carinho!

sábado, 5 de abril de 2014

Elementais do ar



Elementais, uma palavra derivada de elemento, nome dado pelos antigos à terra, ar, água e fogo, que formam os quatro elementos da vida, portanto, elementais é o adjetivo colocado a todos os seres que individualmente são responsáveis pelo elemento.


Por interferência Divina, em beneficio de todos os seres de Luz que trabalham de forma a unificar os universos em nome do Amor Divino; O Criador concedeu a três Reinos, paralelamente, a oportunidade de evolução.

Estes três Reinos são: Elemental, Angélico e Humano.


Elementais são os dinamizadores das energias das formas na Natureza. Integram-se aos Elementos: Terra, Água, Fogo e Ar, da seguinte forma: 


Terra: Gnomos, Duendes, Fadas, Elfos.

Água: Ondinas, Sereias e Ninfas.

Fogo: Salamandras.

Ar: Silfos e Hamadríades. 


São a manifestação de seres que brilham ou se auto-iluminam, são formas de vida completamente diferentes do que conhecemos. Vivem em nosso mundo, como se estivessem em uma dimensão paralela, por isso não podem ser vistos ou percebidos de forma fácil, a não ser que eles mesmos desejem serem vistos ou percebidos.


Todos os elementais tem características próprias assim como modo de vida, podem com seus poderes terem uma função muito grande e favorável a humanidade.


A própria criação da terra se liga a origem mística dos elementais. 
Nos primeiros tempos, quando os gases pesados circulavam em torno de nosso planeta, foram solidificados pelos elementais da água, surgindo os continentes; surgindo os continentes, neles surgiram os elementais da terra, que como função básica, a semearam surgindo assim toda vegetação existente, e também criaram os minerais.

Unindo-se ao movimento cíclico da terra, o movimento dos elementais, surgiu a vida, como conhecemos em nossa real dimensão.


O ELEMENTO AR guardado por THOR e ÁRIES.

Os seres elementais do ar são chamados Elfos ou Sílfides. A matéria de seu corpo é mais sutil e luminosa que a dos outros seres da Natureza. Servem ininterruptamente para manter a atmosfera terrestre limpa, para que a humanidade possa viver nela.

Estes seres graciosos pertencem a uma categoria mais elevada que a dos gnomos e as ondinas. Os traços de seus rostos são de uma intensa beleza. Quanto mais elevada sua evolução, mais encantador seu aspecto.

Tratam das flores e plantas, dos gnomos o do reino animal dirigindo vibrações etérico-elétricas cheia de pulsante e vibrante vida.

As crianças são por eles tratadas com cuidado materno e ternura e acompanham as pessoas de sentimento aprimorado às vezes por toda a vida. Dedicam-se de preferência as coisas que servem para o bem geral. Vivem em paz entre si, são cheios de harmonia e bem-aventurança e sentem-se mais atraídos por pessoas iluminadas.





Fala-se com fadas, assim como com duendes, por meio de gestos.

Quando vocês molham seu jardim, suas fadas locais ouvem seu cuidado. 

Quando vocês inspiram a felicidade de estarem vivos ao sol, no vento, entre os aromas da primavera ou verão ou inverno ou outono, elas rodopiam alegremente à sua volta, como minúsculos insetos rodopiam e dançam no ar no fim das tardes. 

Elas adoram os sons de coisas vivas, desde rãs até pássaros, passando pelo zumbido dos insetos.
 
Quando vocês apreciam o que está vivo, comunicam essa alegria diretamente a elas, que respondem com pequenos afagos cheios de deleite. 

Adoram crianças de todos os tipos. 

Lembram-se de que quando eram crianças, às vezes riam sem nenhuma "boa" razão?
 
As fadas estavam em sua aura, revigorando e avivando, fazendo reluzir sua beleza e rindo seus risos miúdos e poderosos de puro deleite.

Fada Anna





É uma fada-rainha dos ciganos húngaros. Ela é descrita como uma mulher muito bela e de escuros olhos e pele negra. Habita um recôndito e oculto castelo, onde guarda grandes riquezas. Essa fada nos presenteia com muita prosperidade e sucesso profissional.

RITUAL PARA ANNA: para esse ritual, você precisará de uma pedra, uma vela vermelha e um galho de árvore grosso de uns 25 cm, mas que você encontrar caído no chão.

Acenda a vela e observe a chama queimando por alguns instantes, depois pegue o galho e talhe nele as palavras: SUCESSO, DINHEIRO, ou aquilo que se dispõe a conseguir de bem material.

Agora apanhe a vela e cubra a pequena pedra e as palavras que escreveu no galho com cera quente.
Volte o restante de vela a um pires e deixe terminar de queimar.

Experimente então, a fronteira da consciência e medite seu pedido enquanto derramou a cera quente (elemento fogo) nos objetos que representam a terra.

Para encerrar o ritual, enterre o galho e a pedra.


domingo, 10 de fevereiro de 2013

Oração à Rainha da Fadas





Ave, Rainha das fadas!

Tu que colocas mais frescor nas manhãs,
sedução nas tardes, mistérios nas noites e doçura nas madrugadas,
derrama um pouco de tudo isso sobre mim para que eu possa encantar,
seduzir, alegrar, apaixonar, ser e fazer feliz.



Ó, Fada Rainha! 

Ouve a prece minha.
Rainha da Alvorada, Musa dos Namorados, dos Poetas, dos Magos, dos Cantores,
dos Escritores, enche minha alma de sonhos, de música, de poesia e cobre meu
corpo de encantos, de carícias e de flores, porque assim poderei dar todas
as delícias e receber todos os amores!



Senhora de todas as Primaveras, das mais lindas quimeras, de todas as Eras!


Dá-me todos os alimentos e todos os encantamentos de Afrodite, seus licores,
seus perfumes, seus sabores,
para que eu seja cada vez mais suave, mais
ardente, mágica, atraente...
uma Lua Ensolarada, Enluarada, uma Deusa
Concreta, Completa! Para que eu seja uma...
uma... uma Perfeita Fada e ame
sempre e sempre seja amada.

Ave! Ave! Ave Rainha das Flores, dos Amores, das Alvoradas... ave, Rainha
das Fadas! "Todos os sons, todas as luzes, todos os Dons para mim".
Obrigada. Ave, Rainha das Fadas!