sábado, 5 de abril de 2014

Elementais do ar



Elementais, uma palavra derivada de elemento, nome dado pelos antigos à terra, ar, água e fogo, que formam os quatro elementos da vida, portanto, elementais é o adjetivo colocado a todos os seres que individualmente são responsáveis pelo elemento.


Por interferência Divina, em beneficio de todos os seres de Luz que trabalham de forma a unificar os universos em nome do Amor Divino; O Criador concedeu a três Reinos, paralelamente, a oportunidade de evolução.

Estes três Reinos são: Elemental, Angélico e Humano.


Elementais são os dinamizadores das energias das formas na Natureza. Integram-se aos Elementos: Terra, Água, Fogo e Ar, da seguinte forma: 


Terra: Gnomos, Duendes, Fadas, Elfos.

Água: Ondinas, Sereias e Ninfas.

Fogo: Salamandras.

Ar: Silfos e Hamadríades. 


São a manifestação de seres que brilham ou se auto-iluminam, são formas de vida completamente diferentes do que conhecemos. Vivem em nosso mundo, como se estivessem em uma dimensão paralela, por isso não podem ser vistos ou percebidos de forma fácil, a não ser que eles mesmos desejem serem vistos ou percebidos.


Todos os elementais tem características próprias assim como modo de vida, podem com seus poderes terem uma função muito grande e favorável a humanidade.


A própria criação da terra se liga a origem mística dos elementais. 
Nos primeiros tempos, quando os gases pesados circulavam em torno de nosso planeta, foram solidificados pelos elementais da água, surgindo os continentes; surgindo os continentes, neles surgiram os elementais da terra, que como função básica, a semearam surgindo assim toda vegetação existente, e também criaram os minerais.

Unindo-se ao movimento cíclico da terra, o movimento dos elementais, surgiu a vida, como conhecemos em nossa real dimensão.


O ELEMENTO AR guardado por THOR e ÁRIES.

Os seres elementais do ar são chamados Elfos ou Sílfides. A matéria de seu corpo é mais sutil e luminosa que a dos outros seres da Natureza. Servem ininterruptamente para manter a atmosfera terrestre limpa, para que a humanidade possa viver nela.

Estes seres graciosos pertencem a uma categoria mais elevada que a dos gnomos e as ondinas. Os traços de seus rostos são de uma intensa beleza. Quanto mais elevada sua evolução, mais encantador seu aspecto.

Tratam das flores e plantas, dos gnomos o do reino animal dirigindo vibrações etérico-elétricas cheia de pulsante e vibrante vida.

As crianças são por eles tratadas com cuidado materno e ternura e acompanham as pessoas de sentimento aprimorado às vezes por toda a vida. Dedicam-se de preferência as coisas que servem para o bem geral. Vivem em paz entre si, são cheios de harmonia e bem-aventurança e sentem-se mais atraídos por pessoas iluminadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário